Significado da Ceia Romanista

A Ceia Não É TRANSUBSTANCIAÇÃO, dos papistas, que ensinam que:

- A missa é [a feitiçaria de] o sacerdote- mágico recriar o corpo e o sangue literais de Jesus (mesmo que invisíveis) e, depois, re- assassinar, re- sacrificar o Cordeiro de Deus (!). A cada domingo (talvez a cada dia da semana), contando-se em todo o mundo, isto é feito centenas de milhares de vezes! Depois da mágica, o pão e o vinho não são mais pão e vinho de modo algum, mas foram transmutados e passaram a ser somente e totalmente o corpo literal e o sangue literal do Cristo! Só com confissão aos ouvidos do sacerdote- mágico, e cumprindo a penitência que ele determinar, e com sua bênção, é que se pode canibalizar o cadáver do Cristo e (receber perdão e graça salvadores)! As sobras da hóstia consagrada são fechadas em uma caixa no altar, para que o cadáver literal de Cristo não seja comido por ratos e baratas (mas isto ocorre muito, muito freqüentemente ...).
-- Nota histórica 1: Pr. Aníbal Pereira Reis (já falecido) contou que, quando ainda era sacerdote romanista, foi dar a extrema-unção a um homem, numa fazenda. Depois de ter pronunciado umas palavras em latim (incompreensível, que loucura!) ao homem, surdo e inconsciente (que loucura!), Aníbal pegou a hóstia que havia pronunciado agora ser literal e somente o corpo do Cristo (que loucura!) e teve muito trabalho tentando forçá-la para dentro da boca do homem (que loucura!) que agora, consciente ou inconscientemente, cerrava seus dentes com todas as suas forças. Nisto, num estertor, o homem bateu forte na mão de Aníbal e a hóstia voou pela janela, caindo em pé e rolando celeremente pelo chão duro do terreiro. Uma mulher viu o perigo representado pela enorme porca que estava por perto, e correu gritando e bramindo uma vassoura, mas a porca glutona foi mais rápida e, apesar dos gritos e vassouradas, engoliu a hóstia de uma só bocanhada. A mulher saiu chorando desesperadamente e gritando como uma louca "A porca comeu Nosso Senhor, a porca comeu e acabou com nosso Deus! E agora? O mundo ficou sem o Senhor, Ele foi comido, o mundo todo está perdido, não há mais Salvador!" Tamanho absurdo fez Aníbal reconhecer, no seu coração, o absurdo da doutrina romanista.
-- Nota histórica 2: Pouco depois da Reforma, havia um casal muito bem casado cuja mulher foi convertida mas o homem continuou devoto romanista. Discutiram isto por meses. Um dia o homem disse: "Mulher, prepare um bom jantar, hoje o padre vem jantar aqui, depois vai lhe evangelizar de volta ao catolicismo, você vai ter que ouvi-lo educadamente". Amando o marido e sendo-lhe submissa, ela concordou. À noite, chegou o padre, tomou lugar à mesa, regalou-se com o banquete preparado, depois disse: "Agora venha cá, senhora, que eu vou lhe ensinar umas coisinhas". Ela respondeu educadamente "sim, mas isto, por favor, somente depois dos senhores comerem minha sobremesa especial". Dito isto, ela tirou do forno dois grandes biscoitos de trigo com mel e canela, redondos como uma grande hóstia, mas encorpados, exalando cheiroso vapor, fofos, parecendo deliciosos. Colocou-os um em frente do padre, outro em frente do marido. Quando estes já os tinham pegado em suas mãos e os iam comer, ela disse "Esperem! Coloquei um pouquinho de veneno de rato nesses biscoitos, para dar ao senhor padre a oportunidade de demonstrar o poder da igreja católica, basta ele transformar esses biscoitos no literal corpo do Cristo, como ele faz em cada missa, isto eliminará todo o veneno e vocês poderão se servir à vontade". As mãos de ambos pararam a centímetros das bocas abertas, eles olharam um para o outro, e a mulher continuou "É facílimo, padre, basta o senhor dizer as palavras em latim, aquelas que transformam o biscoito de trigo no corpo do Cristo! Aquelas que o senhor de memória e pronuncia a cada missa.Vamos, senhor padre, estamos esperando! É muito, muito fácil!". O padre inchou e ficou vermelho de raiva, jogou o biscoito fora, e saiu resfolegando ameaças. A mulher piscou para o marido boquiaberto e disse "Não há veneno nenhum, pode comer". Quando o marido se recuperou da surpresa, deu uma boa gargalhada pela sabedoria da mulher e disse "Dou graças a Deus por me ter dado uma boa esposa como você, e por ter me aberto os olhos contra algumas loucuras do catolicismo. Fale-me mais sobre como posso ser salvo." E, depois de ouvir e crer, salvo foi. 
- Só o sacerdote- vampiro pode beber o sangue do Cristo (mas o estranho é que às vezes fica meio "alto", e é induzido ao alcoolismo...).

NOVO TESTAMENTO

Quem caminha com Cristo, deve fazer a leitura do N.T. conforme a sequência que se segue, sem leitura orientada, a fim de que cada um, de si mesmo, verifique o significado do Evangelho sem as leituras pré-condicionantes aprendidas na religião. É preciso aprender a olhar as Escrituras a partir do Evangelho.

O EVANGELHO É A BOA NOVA


O Evangelho é a Boa Nova. O Evangelho é a certeza de que Deus se reconciliou com o mundo, em Cristo; e que agora os homens podem se desamedrontar, pois foi destruído aquele que tem o poder da morte — a saber: o diabo —; bem como foram libertos aqueles que estavam sujeitos à escravidão do medo da morte por toda a vida. Quem crer está livre, e pronto para começar a andar na paz”.

☛ QUERIDOS SEGUIDORES

☛QUERIDOS SEGUIDORES DO GOOGLE+

☛ Comentários Recentes

Minha lista de blogs