A ajuda de Deus nos sofrimentos

2ª Coríntios capítulo 1º versículos 3 ao 11

3-Louvado seja o Deus e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai bondoso, o Deus de quem todos recebem ajuda!
4-Ele nos auxilia em todas as nossas aflições para podermos ajudar os que têm as mesmas aflições que nós temos. E nós damos aos outros a mesma ajuda que recebemos de Deus.
5-Porque, assim como tomamos parte nos muitos sofrimentos de Cristo, assim também, por meio dele, participamos da sua grande ajuda.
6-Se sofremos, é para que vocês recebam ajuda e salvação. Se somos ajudados, então vocês também são e recebem forças para suportar com paciência os mesmos sofrimentos que nós suportamos.
7-Desse modo a esperança que temos em vocês está firme. Pois sabemos que, assim como vocês tomam parte nos nossos sofrimentos, assim também recebem a ajuda que Deus dá.
8-Irmãos, queremos que saibam das aflições pelas quais passamos na província da Ásia. Os sofrimentos que suportamos foram tão grandes e tão duros, que já não tínhamos mais esperança de escapar de lá com vida.
9-Nós nos sentíamos como condenados à morte. Mas isso aconteceu para que aprendêssemos a confiar não em nós mesmos e sim em Deus, que ressuscita os mortos.
10-Ele nos salvou e continuará a nos salvar desses terríveis perigos de morte. Sim, nós temos posto nele a nossa esperança, na certeza de que ele continuará a nos salvar.
11-Enquanto vocês nos ajudam, orando por nós. Assim Deus responderá às muitas orações feitas em nosso favor e nos abençoará; e muitos lhe agradecerão as bênçãos que ele nos dará.
Aplicação:
Deus não é uma entidade invisível e desconhecida. Ele é o Pai e Deus de Jesus Cristo, o Messias, nosso Senhor. A expressão idiomática “Pai das misericórdias” significa que o Senhor é “fonte de toda a graça e perdão”. Deus “da consolação” quer dizer Deus Paraclesis”, ou seja, “Deus Presente, Amigo, Encorajador”. Reparem bem o modo de falar do Apóstolo Paulo para com a igreja em coríntios, faça uma comparação com a igreja atual como falam os lideres evangélicos, há uma grande diferença, sabe porque? Não havia por parte do Apóstolo outro interesse que não fosse cuidar deles com palavras de encorajamento diante dos sofrimentos. Paulo reconhece que pode falar com autoridade sobre sofrer pelo Evangelho, porque ele sofria. É essa a nossa luta hoje, que a igreja retorne a essência da igreja primitiva .Paulo diz: “Pai das misericórdias”ajuda a todos que precisam pois Ele é bondoso. Ele está com todos os que pregam e ensinam o Evangelho centralizado em Cristo. Não se deixe levar por qualquer pregação que faz os pelos dos teus braços arrepiar, mas não lhe constrange a mudança de dentro para fora e o desejo cada vez mais de caminhar com Cristo e que Ele volte. Fiquem na Paz de Cristo.

NOVO TESTAMENTO

Quem caminha com Cristo, deve fazer a leitura do N.T. conforme a sequência que se segue, sem leitura orientada, a fim de que cada um, de si mesmo, verifique o significado do Evangelho sem as leituras pré-condicionantes aprendidas na religião. É preciso aprender a olhar as Escrituras a partir do Evangelho.

O EVANGELHO É A BOA NOVA


O Evangelho é a Boa Nova. O Evangelho é a certeza de que Deus se reconciliou com o mundo, em Cristo; e que agora os homens podem se desamedrontar, pois foi destruído aquele que tem o poder da morte — a saber: o diabo —; bem como foram libertos aqueles que estavam sujeitos à escravidão do medo da morte por toda a vida. Quem crer está livre, e pronto para começar a andar na paz”.

☛ QUERIDOS SEGUIDORES

☛QUERIDOS SEGUIDORES DO GOOGLE+

☛ Comentários Recentes

Minha lista de blogs