UMA RELAÇÃO PERDIDA.


                  
Queridos leitores todas as mensagens postadas nesse blog tem sido escritas por mim por inspiração do Espírito Santo. dias atrás me veio vontade de escrever sobre o Adão o seu relacionamento com Deus e o rompimento desse relacionamento. Mas dessa vez postei uma mensagem escrita por outro escritor inspirado pelo Espirito Santo. Por quê? Porquê ao ler o texto senti que ele expressa melhor sobre esse assunto do que eu faria. Leia abaixo da mensagem o nome do autor, agora se delicie, pois é um texto bom e bem explicativo. Paz em Cristo 

UMA RELAÇÃO PERDIDA

O RELACIONAMENTO DO HOMEM COM DEUS

Aos homens nós os temos a nossa volta, os contemplamos e tentamos entender como são. Deus, não O conhecemos, mas do seu poder presenciamos às coisas feitas por Ele. Quem é Deus na nossa concepção, aonde habita? Como imaginamos ser Deus?

Poderemos nos relacionar com quem não visualizamos e que somente sabemos por lermos que exista? Sim. Com toda certeza. Ainda há alguns que nunca creram, mesmo tendo já ouvido falar do Criador. Se relacionam com um deus imaginário, quem sabe.Há os que têm seus próprios deuses: o dinheiro, as coisas em fábulas e do deus do seu próprio entendimento vivem. Nunca conheci Buda, até nem este é o seunome natural. Mas há os que crêem e invocam a ele como sendo o seu deus.

Creio que há somente um Deus, O tão somente que criou os céus e a terra e tudo quanto neles há. Com certeza, não viemos e não sobrevivemos,como se do nada existíssemos. O Deus a quem cremos e temos como VERDADEIRO, somente deixou a nós a sua Palavra e a sua Palavra é a Verdade, pelas letras das Sagradas Escrituras, por sinal, como dizer que a Bíblia é Santa? Porque nEla encontramos a verdade da vontade do Soberano, e, O Soberano Criador, Deus de todo o universo, É SANTO. Eis que sua história com a criação começa no início de todas as coisas. Não há pois como falarmos de relacionamento do homem com Deus, se não atentarmos para a Bíblia Sagrada e reconhecer que nEla está contextualizado o relacionamento de Deus com a sua criação e da criação com Ele. Senão vejamos:



-. O Criador no universo:Gênesis 2.4 à 7Esta é a gênese dos céus e da terra quando foram criados, quando o SENHOR Deus os criou. Não havia ainda nenhuma planta do campo na terra, pois ainda nenhuma erva do campo havia brotado; porque o SENHOR Deus não fizera chover sobre a terra, e também não havia homem para lavrar o solo. Mas uma neblina subia da terra e regava toda a superfície do solo.Então, formou o SENHOR Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente.



-. O Criador observou sua obra: Gênesis 2.27Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.


-. Observa Deus que o homem teria que relacionar-se com alguém: Gênesis 1.26 Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea

Começa aqui a constatação que precisava o homem de algo ou alguém a quem pudesse compartilhar suas idéias.

Deu Deus determinações ao homem, para um bom relacionamento com Ele:Gênesis 2.15 à 17 Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar. E o SENHOR Deus lhe deu esta ordem: De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás.

Preocupou-se Deus a ponto de dar instruções precisas sobre como deveria Adão proceder como fiel soldado que guardava valioso patrimônio. Uma determinação, Deus deu em especial para ser observada para que Adão não perdesse o especial relacionamento com o Criador.

A mulher, ainda varoa, sem nome, desobedecendo as orientações, veio comer do fruto da árvore, ocasionando aí, para todas as gerações futuras, a ruptura do relacionamento imaginado e proposto por Deus à humanidade, ainda semente naquele momento. Pecando e caindo em si o homem, escondeu-se da presença de Deus, que vinha as tardes ter com Adão no jardim do Éden. A ponto de Deus pedir, conforme Gênesis 3.9 e 10 E chamou o SENHOR Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás?Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi.


O homem que haviasido criado para adorar o seu Criador teve medo. E a vergonha de ter quebrado o relacionamento fez com que se escondesse. Mal sabia que ali estava levando toda a desgraça humana sobre seus ombros, razão porque para restaurar o relacionamento desfeito, precisou Deus providenciar, sacrifício de um animal, cobrindo-os com peles. Mais tarde, Deus propiciariaoutra morte por sacrifício, para restaurar por substituição em vicário, todos os laços desfeitos comEle. Razão de ter enviado seu Filho Jesus parapadecer em sangue de cruz à restauração da desobediênciano Éden. Assim falam as escrituras, e, são elas que testificam destas coisas como verdade a todo ao que crê e ao que não crê.


Adão dá nome à varoa, após ter dado nomes a todas às criaturas viventes: Gênesis 3.20 E deu o homem o nome de Eva a sua mulher, por ser a mãe de todos os seres humanos.


Afastou Deus do jardim,sua criação, após a quebra do pacto, expulsando Deus, o casal do Jardim, colocando ali Anjos, para que cuidassem do Paraíso, determinando a Adão e Eva que saíssem e povoassem e arassem a terra e dela tirassem o seu sustento. Gênesis 3. 23 e 24 O SENHOR Deus, por isso, o lançou fora do jardim do Éden, a fim de lavrar a terra de que fora tomado.E, expulso o homem, colocou querubins ao oriente do jardim do Éden e o refulgir de uma espada que se revolvia, para guardar o caminho da árvore da vida.



Portanto, o que nos separa do amor de Deus? O pecado original, o primeiro: A DESOBEDIÊNCIA dos homens. Deveria ter Eva e Adão crido, por fé, isto é, por entendimento, queali naquele fruto não era para ser tocado, nem ambicionado. É como hoje, crer no que não se vê, mas se testificar como real.



Do relacionamento inicial, povoou-se a terra com outros seres humanos, cresceu-se em proporção as multidões e com estas adveio em demasia O PECADO, não havia limites, a ponto de Deus se externar a um dos homens quehaveria de destruir a terra, pois havia se ARREPENDIDO DE OS TER FEITO. Gênesis 6.6 à 8então, se arrependeu o SENHOR de ter feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração. Disse o SENHOR: Farei desaparecer da face da terra o homem que criei, o homem e o animal, os répteis e as aves dos céus; porque me arrependo de os haver feito. Porém Noé achou graça diante do SENHOR.


Mas uma vez os homens vieram zombar do querer de Deus à sua criação, ridicularizando a Noé e sua família na construção do objeto de salvação a todos os homens, razão porque Deus permitiu que se procurasse salvar somente a semente de toda espécie: macho e fêmea os salvou, inclusive os da casa de Noé.


Deus anuncia o fim: Gênesis 6.13- Então, disse Deus a Noé :Resolvi dar cabo de toda carne, porque a terra está cheia da violência dos homens; eis que os farei perecer juntamente com a terra.


Noé passou a ter relacionamento com Deus, ouvindo a sua voz e efetuando toda obra arquitetada por Ele. 


Está nas Escrituras, que os que se aproximam de Deus, precisam reconhecer que Ele existe e que Ele, torna-se O galardoador dos que O temem. Temer a Deus é o princípio da sabedoria e o dever de toda criatura. 


Deus dá escape à sua criação: Gênesis 7.1 Disse o SENHOR a Noé: Entra na arca, tu e toda a tua casa, porque reconheço que tens sido justo diante de mim no meio desta geração.


Destruiu pois o Senhor Deus, à toda a terra com água que abundou por 40 dias e 40 noites. Fazendo com que após o seu cessar a arca repousasse no Monte Ararate, hoje Armênia. Após 150 dias de paciência, até que os ventosque Deus fez soprar, baixassem as águas e de lá saíssem os remanescentes. Por que permitiu que esta arca pousasse no cume do monte e não no sopé da montanha? Para que os homens cressem que houve a mão de Deus e que a Palavra se cumpriu ao nosso entendimento. 


Os homens procuraram achegar-se aos céus na força humana:Gênesis 11.4 à 6 : Edifiquemos para nós uma cidade e uma torre cujo tope chegue até aos céus e tornemos célebre o nosso nome, para que não sejamos espalhados por toda a terra. Então, desceu o SENHOR para ver a cidade e a torre, que os filhos dos homens edificavam;e o SENHOR disse: Eis que o povo é um, e todos têm a mesma linguagem. Isto é apenas o começo; agora não haverá restrição para tudo que intentam fazer.


Ouve novamente a necessidade de Deus intervirno desejo dos homens, quando vindo, confundiu o linguajar dos homens, determinando assim que os que falavam a mesma língua, formassem suas comunidades e povoassem a terra, e fossem fecundos. Originando as cidadese seus governos, etnias e povos de diferentes raças. Deu Deus, liberdade aos homens e assim a criatura que era para ter um relacionamento de filhos com o Pai, fez aumentar o pecado sobre a terra, razão de nos separarmos do amor de Deus. Mesmo assim Deus não nos deixou abandonados. 


Ser justo aos olhos de Deus é o que toda criatura sempre procurou buscar. Infelizmente somos tendenciosos, arrogantes e vaidosos em nossos juízos e conceitos. Hoje, quantos de nós buscamos ser iguais Abraão- O AMIGO DE DEUS, ou ser como Davi- O HOMEMSEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS. Felizmente a fé desperta a isso. Queremos estar no centro da vontade do Senhor Deus. Mesmo errando procuramos desenvolver comunhão com o Criador. Somos limitados.Tantos homens tiveram o respaldo da Graça de Deus, citemos alguns: Enoque- descendente de Sete-foi elevado aos céus, porque sempre andou com Deus; José-Governador do Egito; Moisés- aquele que tirou o povo feito escravo à uma terra prometida; Josué- à quem coube cumprir nele a Promessa de Deus ao povo à terra prometida; Elias- o transladado aos Céus num redemoinho; Davi- do qual saiu por linhagem, o Salvador do Mundo, Jesus o Cristo; Salomão- à quem Deus deu sabedoria, em que nunca houve nem mais haverá sobre a terra; Jonas- aquele que recebeu uma incumbência e ficou aguardando o cumprimento, quando Deus voltou a trazem sua tomada de decisão, pelo relacionamento do povo com Ele. 


Sem desmerecer a tantos outros grandes homens e mulheres que tinham um relacionamento com Deus, em diferentes fazes das dispensações da Graça de Deus.


Aqueles homens que estiveramno agrado de Deus, e por eles, trouxeramoportunidades de um relacionamento particular com Ele. Chamados homens de Deus, que pelas Sagradas letras, nos fazem rever nossos compromissos de vida perante os céus. Muitos dos que tinham afinidades com Deus, perderam suas vidas à causa do servir. Tais como: Isaías-serrado vivo; João Batista-decapitado; Estevão- apedrejado, Tiago-morto à espada, dentre outros.


Alguns sofreram atentados de vida, comoDaniel-colocado na cova dos leões, porque buscava ter relacionamento com Deus; Sadraque, Mesaque e Abde-Nego -colocados na fornalha; João o Apóstolo-fervido em óleo; Pedro- segundo a tradição morto por Nero; O mais famoso homem do Novo Testamento, o Apóstolo Paulo- morto após muito fazer à causa de Deus, em Roma, no tempo de Nero.


Todos homens de profundo relacionamento com Deus, mesmo sem nunca. O terem visto, mas de profunda fé e que causou boas dádivas nas hostes celestiais.


Procurar intimidade com Deus, causa desconforto a alguns. Uns pagam preço, outros nem tanto. Deus está para todos, como o ar que se respira. Basta busca-Lo. 


Agora HÁ UM que vindo para cumprir nEle toda a vontade Deus, disse conhecer e saber quem era Deus, já que O com Ele estava desde a fundação do mundo. Sua intimidade, lhe possibilitava um relacionamento, e assim, fez convergir tudo nEle, por relacionar-se diretamente com o Pai e confiar nEle, se submeteu à morte e dela saiu vitorioso, levando sobre si toda DESOBEDIÊNCIAocorrida no Éden, mas que nos diz "que por ter vindo o nosso engano não tem mais desculpa". Sim, mesmo ter passado os dias daqueles dias. 


Hoje está procurando aqueles que querem Lhe servir emespírito e em verdade, para que o seu nome seja exaltado sobre todo nome, sobre todo principado e que nas potestades Ele seja louvado. Não fazendo acepção de pessoas, julgará tanto os que nos antecederam quanto os que estiverem vivos, quer suas obras sejam boas ou más.


Ele é o Rei entronizado nos céus. Cuja face está à direita do Seu Pai Todo Poderoso, Criador dos Céus e da Terra, em cuja presença todo joelho se dobrará.


Então como devemos nos relacionar com Deus?Pela FÉ. Somente assim.


Aonde Ele habita? No alto e Santo lugar, mas também no contrito e abatido de espírito, procurando vivificaro coração deste contrito. Já que é dali que sai a alma, da qual daremos conta, quer seja o nosso relacionamentocom Ele, segundo a sua vontade ou não. 


Basta CRER e ACEITAR. É entender!






Valdir Carvalho – 07.5.2008 – Cascavel -PR


NOVO TESTAMENTO

Quem caminha com Cristo, deve fazer a leitura do N.T. conforme a sequência que se segue, sem leitura orientada, a fim de que cada um, de si mesmo, verifique o significado do Evangelho sem as leituras pré-condicionantes aprendidas na religião. É preciso aprender a olhar as Escrituras a partir do Evangelho.

O EVANGELHO É A BOA NOVA


O Evangelho é a Boa Nova. O Evangelho é a certeza de que Deus se reconciliou com o mundo, em Cristo; e que agora os homens podem se desamedrontar, pois foi destruído aquele que tem o poder da morte — a saber: o diabo —; bem como foram libertos aqueles que estavam sujeitos à escravidão do medo da morte por toda a vida. Quem crer está livre, e pronto para começar a andar na paz”.

☛ QUERIDOS SEGUIDORES

☛QUERIDOS SEGUIDORES DO GOOGLE+

☛ Comentários Recentes

Minha lista de blogs