AS DEZ VIRGENS PRUDENTES E NÉSCIAS!


«Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do noivo. Cinco dentre elas eram néscias, e cinco prudentes. As néscias, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo; mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas juntamente com as lâmpadas. Tardando o noivo, toscanejaram todas e adormeceram. Mas à meia-noite ouviu-se um grito: Eis o noivo! Saí ao seu encontro. Então se levantaram todas aquelas virgens e prepararam as suas lâmpadas. Disseram as néscias às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão-se apagando. Porém as prudentes responderam: Talvez não haja bastante para nós e para vós; ide antes aos que o vendem e comprai-o para vós. Enquanto foram comprá-lo, veio o noivo; as que estavam apercebidas, entraram com ele para as bodas e fechou-se a porta. Depois vieram as outras virgens e disseram: Senhor, Senhor, abre-nos a porta. Mas ele respondeu: Em verdade vos digo que não vos conheço. Portanto vigiai, porque não sabeis nem o dia nem a hora.» (Mateus 25.1-13)

Já sabemos que o noivo dessa parábola é Jesus, mas quem são as virgens prudentes e néscias ? 

Essa parábola é Jesus falando sobre o fim e numa linguagem mais clara e objetiva é sobre quem vai quem fica. Há muitos que se dizem de Jesus e Ele aqui está dando-nos uma informação valiosa quem é Dele,quem no final vai com Ele. Existem muitas denominações evangélicas todas garantem estar salvas em Jesus, mas observe que as dez virgens representam essas denominações e que devem estar sempre preparadas para o encontro com Jesus. Porém não devem estar preparadas esperando passivamente focadas em seus problemas particulares. É preciso arriscar e lançar-se a ação para que os dons recebidos frutifiquem e cresçam. Jesus confiou a revelação da vontade de Deus à chave do Reino, e no julgamento pedirá contas por esses dons. A denominações repartem ou as faz crescer, ou esconde dos homens? Essa parábola cruza com as dos talentos Mateus cap. 25 vers. 14-29 “Fala de um senhor que antes de viajar confiou seus bens aos seus servos alguns deles dobrou seus bens,mais um escondeu. Sabemos que os talentos são dons são os meios com que a Providência Divina assiste a todos os homens e o Senhor que viajou é Jesus e voltará. Aos olhos do Nosso Senhor Jesus, servo fiel é o que usa com dignidade fidelidade humildade esses dons em prol do Reino de Deus em beneficio do próximo e é ai que voltamos as dez virgens veja que todas tinham lâmpadas ,o que é a lâmpada na bíblia? Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho Salmo 119;105. Elas tinham a palavra, mas cinco delas a palavra não iluminava mais e ficaram de fora . Não basta ter a palavra, é preciso repartir e fazer crescer isso significa reconhecimento e compromisso com a pessoa concreta de Jesus através da Palavra de Seu Pai escrita para nós e revelada através do Espírito Santo que habita em nós. Todas denominações pregam a Bíblia mas onde está Jesus? Sabemos que Jesus está identificado com os pobres e oprimidos,marginalizados por uma sociedade baseada na riqueza, no poder, aparência, luxuria. Por isso o julgamento será sobre a realização da pratica da justiça ou não.Essa é a pratica central da fé, desde o inicio apresentado por Mateus como o cerne de toda atividade de Jesus “cumprir toda a justiça” é a condição para participar da vida do Reino. Há cristãos pregando uma palavra sem luz, sem compromisso, escondendo a verdade por ganância sem a justiça e ao contrario a isso praticando injustiça contra o rebanho de Jesus. Quantas são as ovelhas feridas , a igreja dos excluídos aumenta cada vez mais. E tristemente os dons os talentos tem sido escondidos pelos que não tem sede de justiça amedrontados com líderes famosos ou multiplicando seus talentos em uso próprio. Prudência esta em entendermos que o nosso serviço ao Senhor não pode ser por interesse mas pelo amor que recebemos Dele. Para servirmos ao Nosso Senhor Jesus recebemos dons como ferramentas de trabalho , mas o que não podemos deixar de crer de obedecer de entender é que o Espírito Santo age desde o inicio presente na criação de tudo e deve estar presente no gerenciamento dos dons que recebemos e assim numa ação conjunta com Espírito Santo e nós seremos como as virgens prudentes.

Postagens Aleatórias

☛ Queridos Seguidores

☛ Queridos Seguidores do Google+

Minha lista de blogs

☛ Comentários Recentes