Aborto o que a Bíblia diz?

Convém definir o que se entende por «aborto». Aborto é a morte espontânea ou provocada do produto da concepção dentro do ventre materno e antes do início do parto. Da definição surge uma primeira distinção: há abortos espontâneos, ou seja, que surgem por efeitos naturais, exteriores à vontade humana, geralmente por doença da mãe ou por deficiências cromossômicas do feto; e os provocados, quando o aborto é intencionalmente criado.Relativamente ao primeiro tipo de aborto, não se põe qualquer problema ético ou bíblico, na medida em que ele surge, geralmente, contra a vontade da mãe e em circunstâncias naturais. Mas já se põem problemas quanto ao segundo, sendo dele que importa fazer uma análise bíblica. Por outro lado, é importante saber quais as razões que geralmente são apresentadas para recorrer ao aborto provocado - violação, incesto, proteção física da mãe, defeitos físicos da criança. Diremos porém e desde já que segundo as recentes estatísticas em Portugal e nos EUA, 95% dos abortos são feitos por razões de conveniência e não pelas anteriores referidas. Devemos por outro lado notar que mesmo que um bebé seja concebido através de violação, a sua destruição não apagará o trauma da mulher nem tão pouco dissuadirá o criminoso de cometer outra violação. Além disso, o argumento de que o aborto é um direito da mulher, tem como contrapartida o direito à vida do bebé, o qual é tão válido como aquele. Finalmente, é de considerar que quanto mais nova é a mãe, maior é a probabilidade de que ela fique estéril se fizer um aborto (no Canadá, 30% das meninas de idade entre 15 e 17 anos que fizeram abortos ficaram estéreis).
Algumas Operações Abortivas ( Eu considero essas operações ruindade,maldade com quem não pode se defender)
  1. SUCÇÃO- Este é um dos métodos legalmente autorizados para abortar: é semelhante a um aspirador: o bebé é sugado do ventre da mãe e posteriormente feito em pedaços.
  2. EMBRIOTOMIA- É um método que já está em desuso, mas que consiste em o médico cortar o bebé dentro do ventre da mãe (com instrumentos especialmente concebidos para este fim)
  3. OPERAÇÃO CIRÚRGICA- É utilizado em estados de maior desenvolvimento do feto. Consiste em retirar o bebé do ventre materno e matá-lo quando ele já está cá fora.
  4. SOLUÇÃO SALINA- Cada vez em maior uso, consiste em injectar solução salina no saco embrionário. O bebé morre queimado devido ao sal da solução.
Além destes métodos, existe hoje a possibilidade de provocar o aborto durante as primeiras semanas através de um fármaco (medicamento) especialmente receitado pelos médicos, cujo nome, evidentemente, não nos é lícito nem conveniente indicar neste artigo.
O que diz a Bíblia?
Deus criou o homem e a mulher, abençoou-os e disse-lhes: «Frutificai e multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a... E viu Deus tudo quanto tinha criado, e eis que era muito bom» (Gn 1:28, 31). Verificamos desde logo que a reprodução era um dos propósitos da criação do homem por Deus. Por outro lado, não lemos em passagem alguma que o homem tenha o direito de matar o seu semelhante - aliás, um mandamento é «não matarás» (Êxodo 20.13, Rom.13:9). Ora, a criança que está no ventre da mãe é um ser com identidade própria. Sabia que o primeiro órgão a ser formado no feto é o coração? E que o coração começa a bater 21 dias após a concepção ? Neste sentido, quem aborta está a assassinar um ser humano criado por Deus.
A Vida: Direito Inviolável
Quem tem poder para tirar a vida? É porventura o homem quem pode decidir o futuro de um outro seu semelhante quanto ao momento da sua morte? Lemos em 1.ª Samuel 2:6 que a autoridade para decidir o momento da morte de alguém pertence exclusivamente a Deus: «O Senhor é que tira a vida e a dá: faz descer à terra e faz tornar a subir dela». Lemos por outro lado no Salmo 139:13 que é o Senhor Quem opera a formação de um ser vivo, e que o faz mover no ventre de sua mãe: «Pois Tu formaste o meu interior; Tu entreteceste-me no ventre da minha mãe». Neste verso, a proteção e a possessão de Deus e o Seu poder criativo são extensivos à vida pré-natal. Este ensino torna impossível considerar o embrião ou feto como «simples pedaço de tecido». O mínimo que alguém pode dizer é que no momento da concepção já existe um ser humano com potencial , o qual é sagrado e de valor, à vista de Deus, evidenciado pelo Seu envolvimento pessoal.
A passagem de Êxodo 21:22,23
«Se alguns homens pelejarem e ferirem uma mulher grávida, e forem causa que. Aborte, porém se não houver morte, certamente será multado… Mas se houver morte, então darás vida por vida». Esta é a única passagem que na Bíblia aborda diretamente o tema do aborto. e tem sido apresentada como justificação para a aceitação do aborto. Trata-se de um caso em que o aborto é provocado, mas como que acidentalmente. Se uma mulher perdesse o filho, havia apenas uma indenização: se a mulher morresse também, quem a ferisse teria de pagar com a sua vida. Para quem defenda o aborto, a dedução que é feita é que, visto só haver indenização no caso de aborto, isso significaria que o feto não teria alma, que apenas seria ganha ao nascer. Levando um pouco mais adiante este pensamento, concluiríamos que o aborto induzido seria biblicamente permitido. Ora, isso seria forçar a aplicação da lei do Êxodo, que trata de um aborto acidental, e não induzido, o que são duas coisas absolutamente distintas: uma, é acidentalmente alguém provocar o aborto a outrem, outra, e com consentimento da mãe, provocar-se o aborto. Todavia, mesmo acidental, lemos que em tal caso havia uma sanção, o que denota a gravidade desse aborto acidental, precisamente porque estava em causa a vida.
E se nascer ... deformado?
Esta é uma desculpa apresentada para se considerar a hipótese do aborto, que aliás, a nossa Lei atualmente já prevê. Em primeiro lugar importa notar que Deus criou o homem com características tais que, mesmo em condições à primeira vista adversas, consegue sobreviver e adaptar-se. Por outro lado, quando essa vida e impossível, a morte vem por si própria. Assim sucede, por exemplo, quando a criança nasce com deformações encefálicas anormais (cérebro). Geralmente, a criança morre passados poucos minutos depois do parto. Mas, mesmo que haja seguros motivos de que a criança venha a nascer deficiente, será esse um motivo para se aceitar o aborto? Vejamos o que a Palavra de Deus nos diz a este respeito: «Quem fez a boca do homem? Ou quem fez o mudo ou o que vê, ou o cego ? Não Sou Eu, o Senhor?» (Êxodo 4:11). «E passando Jesus, viu um cego de nascença. E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: "Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego ?" Jesus respondeu: "Nem ele pecou nem seus pais, mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus"» (João 9:1-3). A resposta da Bíblia é clara. Aceitar a morte de crianças ainda não nascidas, conduz a aceitar também a eutanásia infantil, isto é, o homicídio de bebés recém-nascidos que sejam doentes ou deficientes. E a aceitar isto, não faltaria muito para aceitar também a eutanásia dos inválidos, idosos e todos os que, independentemente da sua idade, não possam cuidar de si mesmos ou se sintam à parte da sociedade. Se se entender que o universo se formou por acaso e que o homem é descendente duma criatura pré-histórica, não há razão para se preocupar com a vida humana. Mas, sabendo que o homem foi criado e que tem um destino especial diante do Seu Criador , então concluiremos que a defesa da dádiva divina, que é a vida humana, é de facto inalienável.
O feto tem espírito?
A questão é polêmica e misteriosa. Por muito que se argumente, é difícil chegar a uma conclusão do momento exato em que o ser vivo passa a ter alma e espírito. Antes de mais, é importante não confundir alma com espírito. Aquela é a vida, capacidade de reação e entendimento. O espírito é a consciência, o elo de ligação com o mundo espiritual ? É deste que se põe o problema, pois se tem espírito , se for morto no aborto, terá um destino eterno (certamente o céu). A este propósito, pode dizer-se que a criança já no ventre da mãe tem vida, «dá pontapés» e reage. O Salmos 139:13-14: “Pois tu formaste os meus rins; entreteceste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque de um modo tão admirável e maravilhoso fui formado; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.” Pense bem, o organismo da mãe alimenta e faz o feto desenvolver-se dentro do útero, mas quem coloca o espirito e a alma?
Será essa uma evidência de alma ou de espírito ? Independentemente de tal facto, importa atender para o que a Bíblia diz: «Antes que te formasses no ventre te conheci, e antes que saísses da madre te santifiquei» (Jer.1:5). «Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe» [ora, para ser em iniquidade, tinha que ter espírito; se assim é, mesmo morrendo por aborto, só pela obra de Jesus pode ir para o céu !...] (Salmo 51:5). «O Senhor me chamou desde o ventre, desde as entranhas de minha mãe fez menção do meu nome;... O Senhor me formou desde o ventre para seu servo...» (Isaías 49:1,5). Lemos ainda no Salmo 139: “Pois Tu formaste os meus rins; entreteceste-me no ventre de minha mãe. Os Teus olhos viram a minha substância ainda informe, e no Teu livro fora escritos todos os dias, sim, todos os dias que foram ordenados para mim, quando ainda não havia nem um deles”.
Opção entre mãe e filho.
Há situações extremas na vida de escolha entre duas coisas igualmente importantes. Qual deve ser a reação de um crente se o médico disser que, havendo parto, uma vida cederá ? Ou a da mãe, ou a da criança. Por qual optar? Há duas vidas em jogo: a vida tem igual valor. Perante uma situação destas muitos não hesitariam em optar pela vida da mãe em vez da criança. É uma opção lógica, lícita e mais racional. Na vida de um cristão, se isso suceder, creio sinceramente que é seguramente uma provação da sua fé em Deus. Mas, de qualquer forma, qualquer que seja a decisão, ela deve ser obtida em comum pelo casal, e pela mesma serão responsáveis perante Deus, porque pertencente ao foro individual. Não nos é lícito indicar qual a «melhor» escolha, porque ela na prática é difícil e envolve uma situação psicológica terrível. Muitos têm enfrentado esta situação, e entregue tudo nas mãos de Deus, e sucede que nem a mãe nem o filho morrem, se assim for a Vontade de Deus. Contudo, como já referido, essa é uma questão do foro individual e com a consequente responsabilidade perante Deus, não nos sendo lícito dogmatizar nem reprovar qualquer escolha.
Planejamento Familiar
Suponhamos que há um casal, de parcos rendimentos econômicos, com 7 filhos e a mulher se encontra grávida. Deverá aceitar-se o aborto nesse caso ? A resposta já foi dada. É contrário à Palavra de Deus em qualquer caso. Já problema diferente é se deve haver planeamento familiar. Antigamente, os casais tinham muitos filhos, os quais tinham uma função de auxílio (agricultura, por exemplo). Não encontramos na Palavra de Deus nenhuma passagem que condena o planeamento familiar. Alguns tentam usar a passagem de Génesis 38:7-10, porém sendo certo que Onã fez planeamento familiar, tinha por motivo o seu pensamento que se gerasse, o filho seria imputado ao seu irmão já falecido. Mas Onã morreu, não porque fez «planeamento», mas porque desobedeceu a uma ordem de Deus. Naturalmente que o planeamento familiar não contraria o mandamento do Senhor - aliás, tudo deve ser planeado com o Senhor, quer na oração, quer na informação sexual, no conhecimento do corpo humano dado pelo Senhor. Se Deus fosse contra o planeamento familiar não teria dado à mulher períodos férteis em que pode conceber e outros em que tal é impossível.
Para quem já abortou
No Salmo 32 Davi expressou a miséria e profunda tristeza que sentiu enquanto tentava esconder o seu pecado em vez de o confessar. Depois ele disse: "Confessei-Te o meu pecado e a minha iniquidade não mais ocultei. Confessarei ao Senhor as minhas transgressões e Tu perdoaste a maldade do meu coração». Reconhecendo que era o único meio de escape, David confessou o seu pecado ao Senhor. Foi uma confissão de confiança, dado que David sabia que havia perdão em Deus (Salmo 130:4) !O apóstolo João escreveu para crentes que disse: "o sangue de Jesus Cristo, Seu Filho, nos purifica de todo o pecado... se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça» (1ªJoão 1:7,9). Notemos que Ele não disse que «nos perdoava à excepção do pecado da imoralidade e do aborto», mas de todo o pecado. Deus não nos trata segundo os nossos pecados, antes tira completamente da Sua Mente os nossos pecados confessados (Salmo 103:10-12). Porém Deus perdoa apenas a quem esteja arrependido e confesse o seu pecado. O perdão de Deus não é todavia justificação para, sabendo que é pecado, abortar para depois pedir perdão.
Quando o filho de David, o resultado da sua relação imoral com Batseba morreu, David não receou que o filho estivesse à espera para o acusar. Antes pelo contrário, o filho tornou-se um símbolo de esperança de que um dia os dois, pai e filho, seriam unidos nos céus na presença de Deus. Davi declarou em 2ª Samuel 12:23 - "Eu irei a ele". Deus perdoa, sim, e com o perdão de Deus, “temos paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5:1).
Paz em Cristo

NOVO TESTAMENTO

Quem caminha com Cristo, deve fazer a leitura do N.T. conforme a sequência que se segue, sem leitura orientada, a fim de que cada um, de si mesmo, verifique o significado do Evangelho sem as leituras pré-condicionantes aprendidas na religião. É preciso aprender a olhar as Escrituras a partir do Evangelho.

O EVANGELHO É A BOA NOVA


O Evangelho é a Boa Nova. O Evangelho é a certeza de que Deus se reconciliou com o mundo, em Cristo; e que agora os homens podem se desamedrontar, pois foi destruído aquele que tem o poder da morte — a saber: o diabo —; bem como foram libertos aqueles que estavam sujeitos à escravidão do medo da morte por toda a vida. Quem crer está livre, e pronto para começar a andar na paz”.

☆….☆¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•☆ ORO POR TODOS VOCÊS☆….☆¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•☆

Visualizar

☆….☆¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•☆ QUERIDOS SEGUIDORES ☆….☆¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•☆

☆….☆¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•☆ QUERIDOS SEGUIDORES DO GOOGLE+ ☆….☆¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•☆

☆….☆¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•☆ Comentários Recentes☆….☆¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•☆

☆….☆¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•☆ Minha lista de blogs ☆….☆¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•*¨) ¸.•☆

❤️ ESPAÇO "SOS" NÃO SE CALE DENUNCIE ❤️

Visualizar

“DISQUE 100” VIOLÊNCIA CONTRA OS IDOSOS

A LEI 10.741/2003 O ESTATUTO DO IDOSO ART. 3º É OBRIGAÇÃO DA FAMÍLIA,DA COMUNIDADE,DA SOCIEDADE E DO PODER PÚBLICO ASSEGURAR AO IDOSO,COM ABSOLUTA PRIORIDADE O DIREITO À VIDA,À SAÚDE,À ALIMENTAÇÃO À EDUCAÇÃO,À CULTURA AO ESPORTE, AO LAZER AO TRABALHO,À CIDADANIA À LIBERDADE À DIGNIDADE, AO RESPEITO E À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA. COM A FINALIDADE DE ASSEGURAR AINDA MAIS DIREITOS AOS IDOSOS.

Visualizar

ABORTO É CRIME É PECADO

COMO ALGUÉM PODE MATAR UM SER INDEFESO DENTRO DE SEU VENTRE? COMO PODE ALGUÉM PAGAR UM MÉDICO PARA MATAR SEU FILHO? COMO UM MÉDICO SE FORMA PARA $$ MATAR UM INOCENTE? O SANGUE DESSES INOCENTES CLAMAM NAS MÃOS DE SEUS ASSASSINOS. A VIDA É COMO UM CARTÃO DE CRÉDITO UM HORA A FATURA CHEGA.

Visualizar

NÃO SE CALE DENUNCIE!

É NA FAMÍLIA QUE ACONTECE UMA DAS FORMAS MAIS TERRÍVEIS E POLEMICAS DE VIOLÊNCIA. PORQUE É DOS FAMILIARES QUE ESPERAMOS AMOR, CUIDADO E COMPAIXÃO, NÃO AGRESSÕES, ABUSO SEXUAL, ABANDONO, E INDIFERENÇA. MESMO EM FAMÍLIAS EVANGÉLICAS E CATÓLICAS ACONTECEM MALDADES COM CRIANÇAS. E SE VOCÊ SE CALAR VOCÊ É PARTICIPANTE DISSO TUDO. VOCÊ PODE ORAR E REZAR PELAS CRIANÇAS MAS TAMBÉM DEVE DENUNCIAR.


Visualizar

DENUNCIE DISQUE 100.

A PEDOFILIA É A PERVERSÃO SEXUAL, NA QUAL A ATRAÇÃO SEXUAL DE UM INDIVÍDUO ADULTO OU ADOLESCENTE ESTÁ DIRIGIDA PRIMARIAMENTE PARA CRIANÇAS. PROTEJA SEU FILHO, POIS ESTE CRIME ESTÁ EM TODO LUGAR, ATÉ MESMO NA INTERNET!

Visualizar

DENUNCIE LIGUE 180

A BÍBLIA, REGISTRA DIVERSAS REFERÊNCIAS AOS ANIMAIS, CURIOSAMENTE ESQUECIDAS NAS PREGAÇÕES, ESTUDOS E EXPOSIÇÕES BÍBLICAS. AS ESCRITURAS SAGRADAS PARA JUDEUS E CRISTÃOS REGISTRAM QUE O CRIADOR SEMPRE TEVE CUIDADOS ESPECIAIS COM OS ANIMAIS, REGULOU O MANEJO E O TRATAMENTO COM ESTES, E SEMPRE REFUTOU CLARAMENTE OS MAUS-TRATOS. A BÍBLIA DIZ:O JUSTO IMPORTA-SE COM A ALMA DO SEU ANIMAL DOMÉSTICO, MAS AS MISERICÓRDIAS DOS INÍQUOS SÃO CRUÉIS (PV 12:10). DEVERÍAMOS CUIDAR MAS DOS ANIMAIS SERMOS MAIS ATIVISTAS COMO NA HOLANDA QUE ENTENDE QUE ESSA É UMA MISSÃO DE TODOS PRINCIPALMENTE DOS CRISTÃOS.

Visualizar

GATO PRETO NÃO DÁ AZAR!

DURANTE A IDADE MÉDIA, ALGUMAS PESSOAS ACREDITAVAM QUE OS GATOS PRETOS ERAM BRUXAS TRANSFORMADAS. POR ESTA RAZÃO CRUZAR COM GATO PRETO NA RUA ERA UM SINAL DE AZAR. ESTE É UM PRECONCEITO SEM FUNDAMENTO,A COLORAÇÃO NEGRA OCORRE NATURALMENTE EM FELINOS ASSIM COMO EM CACHORROS E ESTÁ LIGADA A PIGMENTAÇÃO MELANINA. ESTA É UMA CARACTERÍSTICA GENÉTICA E NÃO EXERCE NENHUMA INFLUENCIA SOBRE O COMPORTAMENTO DO ANIMAL. EM ÉPOCAS DE HALLOWEEN E NAS SEXTAS FEIRAS AUMENTA OS MAUS TRATOS CONTRA OS GATOS PRETOS.


Visualizar

AJUDE A SUÍPA! ELES PRECISAM MUITO DE NÓS.


SUIPA- SOCIEDADE UNIÃO INTERNACIONAL PROTETORA DOS ANIMAIS

COM 74 ANOS DE EXISTÊNCIA, DESDE 1943, A SUIPA PERMANECE VIVA COMO ENTIDADE PARTICULAR, SEM FINS LUCRATIVOS, E DE UTILIDADE PUBLICA. AJUDE A SUIPA COM DOAÇÕES DE ALIMENTOS SÃO MUITOS OS ANIMAIS ABANDONADOS E RESGATADOS FERIDOS NA RUA. PENSE E IMAGINE QUANTO ELES GASTAM DE ALIMENTOS DIÁRIOS COM OS ANIMAIS. FORA O QUE GASTAM COM REMÉDIOS VACINAS CIRURGIAS. OLHA A CARINHA DELES ADOTE E AJUDE.


Visualizar

ABANDONO DE ANIMAIS É CRIME

Visualizar

DEUS FEZ

Visualizar