Postagens Aleatórias

O Caminho

"Fora do Caminho da Graça em Cristo, não há caminho a ser feito!"

O livrinho do céu


E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E ele disse-me: Toma-o, e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como mel. Apocalipse 10:9 João declara em apocalipse 1:9 que estava na ilha de Patmos (uma ilha vulcânica, que era colônia penal usado pelo governo romano). Nessa ilha, João recebe de Deus varias revelações. João foi levado a ilha durante uma extrema perseguição iniciada pelo imperador Nero aos cristãos em 64 – 70 a.C; João é arrebatado em espírito para que Deus lhe mostrasse suas revelações. Logo após, João de volta a terra, tem uma visão de um anjo forte, que tinha em suas mãos um livrinho aberto. Existe característica do Anjo que se assemelham às do próprio Cristo. Vejamos quais são elas:

Descia do céu vestido de nuvem: 
[…] faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento.” Salmos 104:3“[…] e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; […] ” Daniel 7:13
O arco Celeste estava sobre sua cabeça:
Este mesmo arco simboliza a misericórdia de Deus. No capítulo 4 (quatro) de apocalipse faz menção a estes arco. E veremos em Gênesis 9: 12-15 que Deus faz um concerto e uma promessa à Noé.
O rosto era como o sol:
Faz menção similar a dá primeira visão de Cristo glorificado, denotando seu rosto brilhante como o sol.

Seus pés como coluna de fogo:
Similar ao brilho resplandecente de um latão reluzente visto na primeira revisão.
Pé direito sobre o mar e o esquerdo sobre a terra:
Indicia a força e autoridade sobre a besta e o falso profeta.
A voz que brama como um Leão
O artigo “o”, faz menção a um Leão definido, ou seja, não foi qualquer Leão e sim “O Leão”. Vemos também que Jesus foi chamado como “O Leão da tribo de Judá” (um Leão especifico).
O seu clamor era confirmado pelos trovões:
No capitulo 4 de Apocalipse, Vimos que trovões saiam do trono de Deus. Confirmando uma antiga crença de que os trovões e relâmpagos eram o soar da voz de Deus(Autoridade na voz). Indo pelo mesmo pensamento, o bramar do Anjo seguido de trovões indicam que tudo que foi falado pelo Anjo, era confirmado por Deus. Indicando a mesma autoridade. Portanto, é possível afirmar que o Anjo seja uma representação de Cristo. João registra essas visões na ordem cronológica das quais as recebeu. Em que, muitas retratam o mesmo acontecimento através de diferentes perspectivas. Entretanto, ele não fornece uma ordem cronológica na quais determinados fatos históricos devem acontecer (por exemplo, Jesus é glorificado no capitulo 5, seu nascimento é retratado no capítulo 12 e se interagem com sua igreja no capitulo 1). João registra uma série de visões sucessivas e não acontecimentos  sucessivos.

O livrinho trazido pelo Anjo indica algo já revelado, pois o versículo 8 do capitulo 10 foi enfatizado que o livrinho está aberto na mão do Anjo. Podendo ser interpretado como o evangelho a ser pregado. João come o livrinho indicando que o evangelho traz resultado quando se está no interior. Quando guardamos a palavra em nosso interior, Ele nos molda, e nos da direção. Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho. Salmos 119:105 .A palavra de Deus não é apenas um livro normativo ditando regras de cunho ético e moral, mas é a Palavra que atinge a alma e o espírito refletindo nas atitudes e caráter do individuo, o transformando em um ser evoluído espiritualmente. A palavra é vida!